23 de abr de 2011

Bolsonaro: o retrato do conservadorismo no Brasil

Tida como comportamento natural na antiguidade até ao antinatural na sociedade contemporânea, a homossexualidade tem sido motivo de debate. O movimento LGBT (lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais e transgêneros) enfrenta obstáculos para reconhecimento judicial e legal no Brasil, onde a lei da homossexualidade é ainda, muito atrasada, data de 1985 quando o Conselho Federal de Psicologia deixa de considerar a homossexualidade como um desvio sexual.

Na antiguidade, mais precisamente Grécia e Roma era normal um homem adulto na faixa de 30 anos ter relações sexuais com o mais jovem, como uma forma de obter conhecimento e virtudes. Era gratificante para a família do mais moço que seu filho conseguisse um mestre de prestígio para ascensão social, nesse período a palavra homossexualismo nem ao menos existia, tal prática era denominada como pederastia que significa “menino” “amar”.

Nas últimas semanas a declaração do deputado Jair Bolsonaro do Partido Progressista teve muita repercussão midiática, questionado pela cantora Preta Gil sobre sua reação caso um filho seu namorasse uma negra, Bolsonaro afirmou: “Preta, não vou discutir promiscuidade com quer que seja. Eu não corro esse risco, e meus filhos foram muito bem educados e não viveram em um ambiente como, lamentavelmente, é o teu”.

Não é de agora que as declarações um tanto conservadoras e bombásticas de Bolsonaro ganham visibilidade, representante de extrema-direita no Brasil, o deputado afirma ser a favor da pena de morte, da tortura, ampliação do uso de armas não letais, entre outras tantas conservadoras questões.

A declaração de Bolsonaro reflete um conservadorismo latente na sociedade brasileira e incita um novo debate uma vez que as leis de Direito LGBT ainda carecem de notoriedade, entre as reivindicações estão: reconhecimento da união, direitos previdenciários e combate á discriminação.

O deputado recorre frequentemente á bíblia em defesa de seus argumentos que estigmatizam homossexuais e outras minorias. Aqui se encontra dois erros, primeiro no Brasil o Estado é laico, então qualquer forma de aplicação da lei recorrendo a preceitos religiosos é totalmente descabida, segundo qualquer tentativa de explicar os hábitos sociais atualmente tendo parâmetro bíblico é fora de contexto, uma vez que os valores são outros, a sociedade é outra, a bíblia foi escrita há quase mil e quinhentos anos e cada trecho seu pode ter diferentes interpretações.

Diante das declarações Bolsonaro apresentou sua defesa na Corregedoria da Câmara, onde reafirmou não ser racista, mas em relação á homofobia repete que não teria orgulho em ter um filho gay. “Tem muito mais agressão a professor de escola a homossexuais. Não podemos achar que todo homossexual é um santo”.

O discurso do deputado é o de um militar, alguém que ainda acredita que os anos áureos no Brasil eram os da ditadura, ele representa a herança de uma época sombria no país, alguém que permaneceu inerte no tempo.

2 interações:

Anônimo disse...

"Bolsonaro e o conservadorismo social brasileiro" ? ? ? Ficou estranha essa postagem de " conservadorismo " . No texto há apenas uma frase dizendo conservadorismo de extrema direita , no restante dá a entender que todos os conservadores são iguais ao Bolsonaro . É o mesmo que se eu fizesse um texto dizendo . "Pedofilia ,drogas, gravidez precoce e o liberalismo social brasileiro . Além do mais quem construiu a democracia foram os conservadores , desde Platão , Aristóteles , Sócrates , Sêneca , até John Locke e Jean-Jacques Rousseau .Inclusive os direitos e deveres que temos hoje foram construídos através do conservadorismo , isso se encaixa em toda a advocacia , como no DIREITO NATURAL e o DIREITO INDIVIDUAL , feito por conservadores . Quem construiu a democracia , os liberais ? os jacobinos ? Não , quem construiu a democracia foram os conservadores . O direito natural e individual para se manter uma liberdade justa a todos , é impor limites a todos . E o que vemos são grupos liberais tentando abaixar a idade de consentimento , legalização e descriminalização de drogas , compra e venda de órgãos humanos , são justamente os grupos liberais que atrapalham as liberdades individuais e coletivas quando fazem marcha da maconha ao lado de crianças e adolescentes . Então isso deixa bem claro o que é conservadorismo de direita e de extrema direita . O texto com essa mensagem de " conservadores " ficou bastante tendencioso .O conservadorismo foi , é , e sempre será o pilar da democracia , o resto é conversa furada .
Temos que ter o bom senso para distinguir o que deve ser conservado e o que não deve . Eu não vejo problema algum no homossexualismo , pois se um casal de gays se casarem , isso não ira interferir em nada na minha liberdade , por tanto sou conservador mas não sou contra o casamento e os direitos homossexuais , não atrapalha em nada a sociedade .
Obs : Se eu fosse o autor desse texto eu corrigiria esse termo de " conservadorismo" para extremo conservadorismo , e também corrigiria o exemplo da Grécia antiga , ficou muito estranho porque pederastia é = pedofilia . O autor quis comparar a causa homossexual dizendo que na Grécia era comum o amor entre homens ( adultos ) e meninos ( crianças ) , isso não pegou bem , digamos , foi uma infelicidade do autor nesse exemplo .

Anônimo disse...

OLÁ VC PODERIA me ajudar?

Quero Saber a relação de Bolsonaro com o conservadorismo.
Poderia me ajudar?

Postar um comentário