28 de set de 2008

OOPS!

Olá, leitores!
Como o tema "Erros jornalísticos" sempre desperta curiosidade nas pessoas, o post de hoje é a reprodução de uma das categorias da coletânea Erramos da Folha de São Paulo, uma seleção de notas embaraçosas e sugestões para evitá-las. A categoria em questão é sobre gafes cometidas na tentativa de citar alguma passagem bíblica.

ERRAMOS
Heresias
A Bíblia é um livro que muitos citam, mas poucos conhecem. São constantes os erros por desconhecimento ou mesmo por falha da memória. Na dúvida, cheque na própria Bíblia ou em enciclopédias de religião.
CRISTO ENFORCADO
"Diferentemente do que foi publicado no texto 'Artistas 'periféricos' passam despercebidos', à pág. 5-3 da edição de ontem da Ilustrada, Jesus não foi enforcado, mas crucificado, e a frase 'No princípio era o Verbo' está no Novo, não no Velho Testamento." (7.dez.94)
DILÚVIO
"Em alguns exemplares da edição de 30 de março de Esporte, foi informado incorretamente à pág. 4-3 que o personagem bíblico Jó criou a arca que salvou as espécies animais do dilúvio. Foi Noé quem construiu a arca." (6.abr.95)
QUANTAS PRAGAS?
"A reportagem 'Vento abriu o mar Vermelho a Moisés', publicada à pág. 6-18 do caderno Mais! da edição de 7 de junho, mencionava incorretamente 'sete pragas' enviadas por Deus ao Egito. O correto são dez pragas." (18.jun.92)
BEATIFICAÇÃO, CANONIZAÇÃO
"O fundador da organização católica Opus Dei, José Maria Escrivá de Balaguer (*), não será canonizado no dia 17 de maio, como noticiado em 7 de janeiro (Mundo, pág. 2-3). Ele será beatificado, primeiro passo para uma eventual canonização." (24.jan.92) (*) A grafia correta é Josemaría Escrivá de Balaguer.
ORIGEM DO HOMEM E DA MULHER
"Diferentemente do que foi publicado no artigo 'Divina autocrítica' (Opinião, 2/1, pág. 1-2), a Bíblia relata que o homem foi criado primeiro por Deus, e não a mulher. No mesmo texto, o autor escreve que o homem teria sido criado a partir de uma costela. Segundo a Bíblia, o homem foi criado a partir de uma porção de barro, e a mulher, a partir de uma costela." (7.jan.00)
Então, leitores, errar jornalisticamente ainda é humano?
DICA DE FILME: O preço de uma verdade (Shattered Glass, 2003) conta a história do jornalista Stephen Glass, que inventava grande parte de suas matérias. O caso teve notável repercussão mundial, grande escândalo nos EUA.
Nayara Güércio

0 interações:

Postar um comentário