4 de set de 2008

Pausa para reflexão

“A televisão regida pelo índice de audiência contribui para exercer sobre o consumidor supostamente livre e esclarecido as pressões do mercado, que não tem nada da expressão democrática de uma opinião coletiva esclarecida, racional, de uma razão pública, como querem fazer os demagogos cínicos.” (BOURDIEU, 1997, p. 96).


Afinal de contas, o índice de audiência é um mecanismo de participação popular na elaboração da programação televisiva, ou apenas corrobora com um discurso participativo vazio?
Trocando em miúdos, até onde a população tem poder sobre a programação das grandes emissoras, se é que o tem? Até que ponto é válido o discurso de que só ficam no ar os programas de interesse e gosto públicos? Será que os programas de grande audiência são, só por conta disso, “democráticos”?
No momento, não há nenhuma verdade sobre o assunto, apenas opiniões particulares. A propósito, qual é a sua opinião?

0 interações:

Postar um comentário